Afinação, tomando controle de uma vez por todas!

 

Afinação, tomando controle de uma vez por todas!

 

Olá Pessoal!

Voz afinada, é essencial quando falamos de cantar. Com o apoio e pressão, tonalidade correta, trabalhados da forma correta, tudo acontecerá satisfatoriamente. A afinação acontece, qdo os movimentos gerados pela respiração torácica adequada acontece, a articulação, percepção, técnica e porque não, a interpretação.

Nossa voz é como um instrumento, que necessita cuidados e também de ser trabalhada adequadamente e é claro, afinada!

Poucas pessoas tem o dom de cantar naturalmente, e mesmo assim, precisam em algum momento, da ajuda de profissionais da voz. Para aqueles que não tem, naturalmente este dom, existe sim a possibilidade de aprender métodos e técnicas ideais para se cantar bem. É preciso um mínimo de vontade, disciplina e amor por esta arte.

Os exercícios vocais (vocalises) + apoio (respiração), são capazes de melhorar muito a afinação, mas isso requer prática e dedicação por parte do aluno. Obviamente, que um profissional gabaritado, fará toda a diferença neste momento.

A voz humana é uma ferramenta mágica. Ela pode ser usado para identificar aqueles que conhecemos e amamos; para criar música maravilhosa através do canto; permite que as pessoas se comuniquem verbalmente e pode ajudar no reconhecimento de emoções.

Todo mundo tem uma voz distinta, diferente de todos os outros; quase como uma impressão digital, a voz é única e pode agir como um identificador. A voz humana é composta por um grande número de componentes diferentes, fazendo com que cada voz seja única, com diferentes tons, timbres e até mesmo ritmos.

O tom da voz é definido como a “taxa de vibração das pregas vocais”. O som da voz varia conforme a variação da taxa de vibração. Como o número de vibrações por segundo aumenta, o mesmo acontece com o campo, ou seja, a voz soaria mais alto. Taxas mais rápidas formam vozes superiores, ou tons altos, enquanto as taxas mais lentas, formam vozes mais profundas, ou seja, campos mais baixos.

As vibrações e a velocidade com que elas vibram, dependem do comprimento e espessura das cordas vocais, bem como o reforço e relaxamento dos músculos ao redor delas. Isso explica por que as mulheres têm, geralmente, vozes mais agudas do que os homens.

As mulheres tendem a ter vozes mais agudas, porque elas têm mais cordas vocais mais curtas. O comprimento e a espessura das cordas vocais, no entanto, não são os únicos fatores que afetam a voz. O tom de voz de alguém também pode ser afetado por emoções, humores e inflexão.

Curiosamente, as nossas emoções também podem afetar o tom de nossas vozes, por exemplo, quando as pessoas se assustam ou estão animadas. Mais uma vez, nem toda  mudança de tom, é feita inconscientemente. A mudança de tom é conhecido como inflexão e os seres humanos podem exercer isso naturalmente o tempo todo.

Além disso, estudos têm mostrado que as vozes com tom baixo estão associados a níveis mais elevados de testosterona. O tom de nossas vozes é criado através de vibrações das pregas vocais. A velocidade com que essas dobras vibram, muda a forma como as nossas vozes soam, com taxas mais rápidas igualando tons altos.

A voz e a forma como ela é usada, são únicas para cada indivíduo.

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

ARQUIVOS DE ÁUDIO ABAIXO

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

[sociallocker id=27723]

::: ESCALA MAIOR NATURAL :::

Afinação – Dó Maior

Afinação – Dó Sustenido Maior

Afinação – Ré Maior

Afinação – Ré Sustenido Maior

Afinação – Mi Maior

Afinação – Fá Maior

Afinação – Fá Sustenido Maior

Afinação – Sol Maior

Afinação – Sol Sustenido Maior

Afinação – Lá Maior

Afinação – Lá Sustenido Maior

Afinação – Si Maior

 

::: ESCALA MENOR NATURAL :::

Afinação – Dó Menor

Afinação – Dó Sustenido Menor

Afinação – Ré Menor

Afinação – Ré Sustenido Menor

Afinação – Mi Menor

Afinação – Fá Menor

Afinação – Fá Sustenido Menor

Afinação – Sol Menor

Afinação – Sol Sustenido Menor

Afinação – Lá Menor

Afinação – Lá Sustenido Menor

Afinação – Si Menor

[/sociallocker]

 

 

Bjka e até sempre.

Boa sorte e sucesso!

Iara Negrete
Conheça nosso Aplicativo para Celular.

Assine nosso canal no Youtube.

Curta nossa página no Facebook.

Iara Negrete veste Zero Ponto Três

Afinação, tomando controle de uma vez por todas!
4.7 (93.33%) 3 votos

16 Comentários

  1. Diego Vebber

    Oi Iara. Muito boa as dicas.

    Parabéns por você dar estas belas dicas.

    PS: Você é muito gata.. heheheh.

    Responder
  2. Milena Cardoso

    Oi, Iara. Eu tenho dezenove anos e comecei aulas de canto não faz 6 meses. Eu amo cantar demais, apesar de ainda ser um tanto retraída. Hehehe.
    Eu queria agradecer por essa dica de como afinar. Eu sempre soube, mas eu duvidava. Então, eu finalmente levei a sério e resolvi treinar mais o ouvido. E não é que eu estou conseguindo? Eu também tenho problema de respiração, mas isso já estou resolvendo e no caminho certo.
    Ah, e afinação também depende muito de seu estado psicológico e emocional, né? Eu resolvi também testar fazendo uma performance para mim, me gravando. Eu me soltei e… meu deus, como progredi!

    Então eu queria dizer que o seu canal é o melhor e me estimula demais. Obrigada de verdade por essa iniciativa. ♥

    Responder

    1. Ahhhhh que linda Milena, fico super feliz em saber que tem sido algo bom pra vc. 🙂 Um bom ouvido, faz toda diferença né? Muito bom saber que você está sendo determinada e até mesmo gravando sua própria voz, pra ver seu progresso, sensacional. Um exemplo a ser seguido, parabéns. Depois dê uma boa olhada no vídeo de lançamento do curso e quem sabe, você se anime e se dê de presente de natal. Está bem completinho. Mas, fique a vontade, pois no blog tb tem bastante coisa né? Bjka lindona, obrigada pelo carinho e confiança neste projeto. Até sempre \o/ Tamo junto

      http://www.alemdavoz.com.br/curso/

      Responder

  3. oi iara,um amigo viu seus videos e me incentivou a assistir,ele diz que tenho voz boa pra cantar,que só preciso da uma trabalhada.amoooo cantar,adoraria poder ter um contato maior com vc,receber umas dicas. bjssss

    Responder

    1. Olá Irene, fico feliz que este animada e agradeça ao teu amigo pela indicação. Se jogue no blog, acho que as vídeo-aulas podem ajudar sim. Bjka meu amor e aqui no blog, vc sempre saberá das novidades. Veja tb o vídeo de lançamento do curso Além da Voz. http://www.alemdavoz.com.br/curso/

      Responder
  4. Hilquias Costa

    Olá Irene, sou de Patos, a capital do sertão da Paraíba, e canto desde que me entendo por gente, rs! Parte de tudo isso vem da convivência na igreja que desde cedo incentiva a gente a se envolver com música. Em 2012, aos 16 anos, conquistei o 1º lugar em um festival promovido pela TV Paraíba, afiliada da Rede Globo aqui, o Gospel Fest. Isso me incentivou bastante e, resumindo, hoje estou tocando com banda, temos viajado pelo sertão difundindo nossa música.
    No entanto, nunca tinha me preocupado em estudar e me profissionalizar na área, já que faço por diversão mesmo, mas depois que assumi isso como, digamos, ministério, percebi que preciso estudar e muuuuuito! Felizmente, na minha cidade chegou uma escola de música este ano e tenho agora a oportunidade de aprender melhor. Por acaso encontrei os seus vídeos no YouTube e gostaria de te dizer que tem me ajudado muito! Parabéns por sua iniciativa e por cada dica. Isso é precioso para pessoas que, assim como eu, não tem tanto acesso a um material de qualidade por questões regionais mesmo. Só queria agradecê-la e desejar que o Senhor te abençoe. Abraço! 😀

    Responder

    1. Olá Irene, que linda jornada e fico feliz por vc estar num caminho tão abençoado. 🙂
      Obrigada pelo carinho e te convido a ver o vídeo do meu curso online. Já que vc mora longe e podemos resolver essa distância com a internet, talvez possa lhe ajudar bastante.
      Veja o vídeo todo, pra saber detalhes e valor tb. Acredito que pra vc, seja uma ótima opção. Bjka lindona.

      http://www.alemdavoz.com.br/curso-3/

      Responder
  5. Tiago Silva

    Olá Iara,meu nome é Tiago e eu tenho 21anos, me interessei por música a uns 3 anos, e comecei estudar canto faz 1 mês, tenho muita dificuldade em afinação, claro nunca trabalhei com musica acho esse fator normal no meu caso.Porem não posso simplesmente aceitar, preciso me afinar. Bem, minha principal dificuldade é ouvir e reproduzir o que ouço, com esse exercício,e outros parecidos, mesmo na minha idade ainda assim posso reeducar meu ouvido e quem sabe desenvolver um ouvido apurado, ou relativo, ou ao menos um ouvido que possa me ajudar à ao menos entrar na nota certa?

    Responder

    1. Eu acredito que sim, porém tudo depende muito de seus hábitos e se não há nada fisiologicamente constatado, que possa atrapalhar isso tudo. Um exame das cordas vocais, bem como ouvido, enfim…todo o aparelho fonador, pode ser feito, pra que vc tenha certeza que nada disso estará atrapalhando quando for estudar. Se estas hipóteses forem descartadas, podemos sim trabalhar pra uma considerável melhora de sua afinação Tiago. Bjka e me mande notícias, caso decida fazer os exames tá?

      Responder
      1. Tiago

        Ok Iara, já procurei o otorrino, e irei fazer alguns exames nas cordas vocais, assim que eu já tiver feito, darei inicio aos exames do ouvido. Iara quando você diz que ”porém tudo depende dos seus hábitos…” você se refere á ouvir música alta, uso de fones e coisas do tipo?

        Responder

        1. Olá Tiago, que bom que está dando total atenção a isso. Torcendo por você viu? Me mantenha informada. Me refiro aos hábitos diários, como hidratar-se bem, falar na região correta, cuidar sim com relação ao volume que você ouve músicas, principalmente quando está com phones. Mas vamos esperar os resultados destes exames, para saber qual o próximo passo certo? Bjka e boa sorte! 🙂

          Responder
  6. diogo Alves pereira

    o Diego falou que tú es uma gata, pois eu digo que não é simplesmente uma gata mas é mais do que isso, pois não á nome para descrever a sua grandiosidade como pessoa…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *